quarta-feira, 12 de maio de 2010

Feira Agroecológica no Benfica sensibiliza população a consumir de forma sustentável


A feira é articulada pelo grupo de consumidores responsáveis do bairro Benfica juntamente com produtores da Agricultura Familiar do interior do Ceará

Aconteceu neste último sábado (10/04), na Praça da Gentilândia, no bairro Benfica, em Fortaleza, a segunda feira agroecológica de consumidores responsáveis.

A feira é organizada pelo grupo de consumidores responsáveis do bairro Benfica juntamente com as bases de serviço e comercialização de agricultores familiares que afirmam que o espaço é a primeira iniciativa de feira sustentável no município de Fortaleza.

“Essa feira é uma alternativa ao consumo insustentável que estamos condicionados a consumir nos supermercados. As pessoas que consomem produtos agroecológicos estão mostrando à sociedade que é possível consumir de forma sustentável”, ressalta Fernanda Rodrigues, diretora da Associação Alternativa Terrazul e membro do grupo de consumidores responsáveis do Benfica.

O objetivo da feira, que acontece quinzenalmente na Praça da Gentilândia, é promover um espaço de diálogo sobre consumo consciente através de oficinas e atividades culturais, além de estimular a venda e o consumo de produtos orgânicos e agroecológicos advindos da agricultura familiar do interior do Ceará.

Para o consumidor como seu Antonio Luiz do Nascimento, participar de uma feira como essa dá a possibilidade dos produtores orgânicos ganharem mais espaço de comercialização. “Todos nós sabemos que um produto agroecológico nos traz muito mais benefícios a saúde do que um produto convencional que possuí agrotóxico. Além disso, podemos valorizar o trabalho dos pequenos agricultores garantindo que os produtos que compramos são realmente de qualidade”, afirma seu Antonio.

Durante a Feira aconteceu também atrações artísticas incentivando a destinação adequada de resíduos sólidos, uma oficina sobre consumo consciente oferecida pelo Instituto Kairós e um pic nic vegetariano realizado pelo Movimento Vegetariano do Ceará.

Bases de Serviço da Agricultura Familiar

Os agricultores familiares que comercializam na feira agroecológica do Benfica são articulados pelas Bases de Serviços e Comercialização (BSC) do Ceará. A Base de Serviço e Comercialização é uma ação da Política Nacional de Desenvolvimento Territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que tem como objetivo identificar a produção e acessar mercados, além de criar espaços para comercializar produtos da agricultura familiar no Brasil.

De acordo com o agente de desenvolvimento econômico do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), Wilkison Gondin, a feira vem abrindo novas frentes de comercialização dos produtos advindos da agricultura familiar, além de ser um espaço de troca de saberes. “Nós já possuímos oito bases de serviço e comercialização de produtos agroecológicos no Ceará. Criar espaços como esse só irá fortalecer o trabalho dos agricultores familiares”, reforça o agente do MDA.

Segundo o assessor da BSC do território da cidadania Sertões de Canindé, Antonio Carlos Freitas, o trabalho tem contribuído a organização da cadeia produtiva da região do Canindé, interior do Ceará. “Além de organizar nossa cadeia produtiva, nossa outra estratégia é viabilizar o mercado de comercialização dentro da perspectiva de uma economia solidária e justa”, afirma o assessor.

Para a coordenadora da BSC, Celina Lima, participar da feira é muito importante para aproximar os produtores dos consumidores. “Nossa produção é diferenciada porque existe todo um carinho no manejo, não usamos veneno na produção de nossas hortaliças, frutas e verduras e trabalhamos em harmonia com a natureza. Isso vai ganhando força e aproximamos ainda mais os consumidores dos agricultores familiares”, completa Celina.

Grupo de Consumidores Responsáveis do Benfica

A idéia da feira surgiu a partir do Encontro Estadual de Consumo Responsável que aconteceu em dezembro de 2009, no Estado. A partir disso, um grupo de pessoas de diversas instituições e entidades que vem se reunindo desde janeiro de 2010 com o objetivo de fomentar atividades de educação ambiental, a fim de sensibilizar a população a viver de forma mais saudável para uma alternativa de consumo sustentável e responsável.

A ação faz parte de articulações que envolve organizações como Associação Civil Alternativa Terrazul, Instituto Kairós, Centro de Pesquisa e Assessoria (Esplar), Cura do Planeta, ONG Casa Jaya, Rede Cearense de Economia Solidária, Agricultores Familiares das Bases de Serviço com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Agrário, NAVE, Prefeitura Municipal de Fortaleza e moradores do Bairro Benfica.

Um comentário:

Por um Planeta Sustentável disse...

A iniciativa de vocês está fazendo a diferença, pois Fortaleza carecia de uma feira agroecológia há muito tempo. Congratulo-me com vocês e parabenizo esse trabalho. Estou agora em BH, mas participei da segunda feira em abril aí no benfica. Desejo que esta iniciativa se espalhe pela cidade e vá também aos bairos mais carentes e onde seja preciso mudar hábitos de consumo e maneiras de viver com sustentabilidade e saúde.

Estou querendo contatos de iniciativas assim aqui em BH.

beijo a todos

Malati (Maria Lúcia)